11 de outubro de 2018 Como comprar um YticonMCMV

Como comprar um apê pelo MCMV?

FONTE: -A +A
COMPARTILHAR:

Comprar um imóvel próprio é um sonho na vida de qualquer pessoa. Para que este sonho não se transforme em pesadelo, separamos algumas informações importantes para quem quer comprar um apartamento pelo programa Minha Casa Minha Vida. Quer saber como? A gente te explica. Cai dentro!

comprar apê pelo MCMV

O Minha Casa Minha vida é um programa do Governo Federal criado para oferecer as menores taxas de juros e boas condições para a compra de imóveis para famílias de baixa renda. As famílias que têm renda mensal bruta de até R$ 4.000,00, essas terão direito a subsídio para a compra do imóvel. O valor será definido de acordo com a renda e a região onde o imóvel está localizado. Por exemplo, se o cliente tiver dependentes (filhos ou cônjuges sem renda), o benefício do subsídio pode ser ainda maior.

Quais são os documentos necessários?
Para que você possa adquirir um imóvel utilizando recursos de financiamento, primeiramente seu crédito e perfil financeiro precisam passar pela análise e aprovação por parte da instituição financeira escolhida.
Para isto, é muito importante que os documentos solicitados pelo banco sejam entregues de forma completa.

Documentos solicitados

  • Documentos de identificação (RG, CPF, certidão de estado civil)
  • Comprovantes de renda
  • Carteira de Trabalho
  • Declaração de Imposto de Renda

Comprovação de renda

  • Para assalariado – Último holerite
  • Para empresário – Pró Labore e Contrato Social (pró labore não é válido para MEI)
  • Para funcionário Público – Holerite e Termo de Posse ou Ato de Nomeação
  • Para empregada doméstica – E-social
  • Para autônomos ou trabalhadores informais – extratos bancários + despesas; Imposto de Renda (com Imposto a pagar – acima do limite de isenção)

Quem pode se inscrever no Programa MCMV?

  • Idade mínima de 18 anos ou acima 16 anos com emancipação
  • Idade máxima de 80 anos
  • Renda familiar bruta de até R$ 7mil
  • Não ter imóvel no nome na cidade ou região metropolitana de sua residência ou atividade laboral
  • Não ter recebido subsídio em tempo algum

Posso utilizar o FGTS?

Caso você possua saldo de FGTS disponível em suas contas, ele será bastante vantajoso, já que abaterá da entrada necessária para compra do seu imóvel.
No MCMV, você terá vantagem se possuir 36 meses de registro em carteira (mesmo sem saldo disponível ou registros diferentes). Caso comprove este período, haverá uma redução na taxa de juros de seu financiamento.
Para saque destes valores, você deve cumprir as regras a seguir:

  • Conta vinculada do FGTS que contenha, no mínimo, 36 meses (consecutivos ou não) de trabalho sob o regime do FGTS;
  • O trabalhador não pode ser titular de financiamento ativo concedido no âmbito do SFH, em qualquer parte do território nacional;
  • O trabalhador não pode ser titular de financiamento ativo concedido no âmbito do SFH, em qualquer parte do território nacional;
  • O trabalhador não pode ser proprietário, promitente comprador, usufrutuário ou cessionário de imóvel residencial, concluído ou em construção, localizado no mesmo município do exercício de sua ocupação laboral ou de sua residência, incluindo os municípios limítrofes ou os municípios integrantes da mesma região metropolitana.

 

A ansiedade para resolver tudo e dar entrada logo nos papeis é grande, mas antes de buscar um financiamento, você deve ter em mente qual a sua real capacidade de compra. Se a renda mensal da sua família for de até R$7 mil reais, a sua escolha pode recair sobre o Programa Minha Casa Minha Vida. Se for superior, você poderá contar com recursos do SFH e ter outras opções de imóveis.

Em todo caso, é importante sempre se informar. Consulte um de nossos corretores. Eles são verdadeiros consultores e vão te ajudar, e muito, neste processo.

Estas informações te ajudaram? Se tiver dúvidas ou quiser nos passar dicas de postagens, entre em contato com a gente! Nossa intenção aqui é ampliar o canal de conversa para que você viva este momento do sonho do apê cada vez mais próximo e, literalmente, concreto!

COMENTÁRIOS:

E ai, o que achou?
Deixe o seu comentário!